Alugar sala comercial x Escritório Compartilhado: saiba qual a melhor opção para pequenas empresas


Entenda por que optar pelo coworking pode ser a melhor decisão para novos empreendedores e microempresas

O mercado está em constante evolução, favorecendo o surgimento de novas empresas e plantando a semente do empreendedorismo em muitos profissionais. Optar por novos modelos de trabalho – como o escritório compartilhado – tem sido a estratégia de novas organizações para aumentar a produtividade e otimizar os custos.

Uma das principais dificuldades de começar a empreender no Brasil, independente da área, é a falta de capital inicial aliada a uma alta carga tributária. Por conta disso uma sala comercial própria – que para muitos empreendedores seria a realização de um sonho – acaba se tornando um pesadelo por conta do investimento necessário.

Projetado para otimização de espaço e para incentivar o networking, o Coworking define um ambiente de trabalho onde várias pessoas, de diferentes áreas de atuação, trabalham e dividem espaço e experiências.

Opção pelo Coworking: networking e mais equilíbrio nas contas e na produtividade

Ao escolher um escritório compartilhado o empreendedor já encontra uma estrutura planejada e pensada para um trabalho autônomo ou coletivo. Não há, portanto, o investimento em estrutura física.

O sistema Coworking oferece diversas oportunidades de negócios: encontrar um cliente em potencial, um possível sócio ou até mesmo aquele trabalho que você sempre sonhou em ter. Além, é claro, de ser um terreno fértil para networking de todos os tipos.

Essa conexão com outras pessoas, além de possibilitar novos negócios, aumenta a produtividade e a criatividade e ajuda a equilibrar a vida pessoal e profissional.

Benefícios financeiros do Escritório Compartilhado

O aluguel de uma sala comercial na região de Atibaia custa, em média, R$ 1.200,00. Há ainda os gastos fixos com condomínio, IPTU, energia elétrica, e rede telefônica e internet, além de salários e encargos trabalhistas de profissionais como recepcionista, limpeza, segurança e suporte de TI.

Os planos de Coworking custam bem menos e já oferecem toda a estrutura e serviços básicos. Basta entrar e produzir, já que todos os recursos necessários estão prontos. Além de um atendimento personalizado, os escritórios compartilhados já oferecem ambientes privados para reuniões e apresentações.

Preocupação ocupa tempo e tempo é dinheiro!

 

A comodidade de não precisar gerenciar todos estes recursos que envolvem os serviços de infraestrutura somado a potencial economia de todas estas despesas, vem o alívio de preocupações diárias: você não precisa investir seu tempo para resolver problemas de manutenção, por exemplo. Seu foco será exclusivamente no seu trabalho, além de poder realocar esta verba e investir em recursos e ferramentas essenciais para o crescimento do seu negócio.

Comodidade no âmbito profissional é um grande aliado do sucesso!

O estilo Coworking valoriza quatro fatores importantes para aqueles que estão começando agora:

  • racionalização de custos;
  • flexibilidade contratual;
  • conforto/bem-estar dos profissionais;
  • oportunidade de networking;

Segundo o Censo Coworking Brasil 2018, pequenas empresas de até três pessoas predominam nos coworkings. A estimativa é de que mais de 200 mil pessoas passem por um desses ambientes mensalmente.

O mercado de escritórios compartilhados está acelerado no Brasil – nos últimos três anos o Coworking cresceu 500%. A média anterior era de 200% no mundo durante o mesmo período.

A A&F Virtual Office traz um conceito inovador de escritório compartilhado em Atibaia, com a possibilidade de customização de planos para atender da melhor forma a necessidade de cada cliente.

Se você ainda tem alguma dúvida ou deseja sabe mais sobre o Coworking entre em contato conosco.

Conheça mais sobre esse novo modelo de trabalho e sobre nossa estrutura!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =